Tempo de Recomeçar

Tempo de Recomeçar
"Essa história vai emocionar você"

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Novo Fim


Que maravilhosa mensagem contida nas palavras do saudoso Chico Xavier: “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

Vejam, leitores, que nem o próprio Chico, acreditava em destinos pré-determinados, isso fica claro quando ele nos diz que podemos começar agora e fazer um novo fim. Presume-se daí que somos nós, eu e você, os responsáveis pelas escolhas que fazemos, escolhas essas que irão determinar o fracasso ou o sucesso de nossas vidas, em todos os sentidos.

Pessoas há, que acreditam ser cedo demais para começar, enquanto outras, perseveram, acreditando ser cedo demais para desistir. Prefiro a segunda opção. Jamais conheceremos o gosto da vitória sem ter provado o gosto amargo das provações. Muitos passam a vida de braços cruzados, enquanto tantos Cristos morreram de braços abertos tentando alcançar seus sonhos. Quem já não ouviu a velha frase “nada cai do céu”? Eu, confesso, cresci ouvindo isso (sábios ensinamentos de mãe e avós): “Se queres ser alguém na vida estuda, estuda e continue estudando sempre! Trabalha e trabalha sempre, pois nada cai do céu...”

Soube, a partir daí, que era preciso me preparar para alcançar os meus objetivos. Parece simples de entender, e de fato é, porém, o difícil é colocar em prática, dá trabalho ser alguém na vida, mais trabalho ainda dá, ser alguém melhor na vida - falo aqui de caráter e de coração - pois entendo que de nada servirá diplomas e méritos se o coração é vazio e a alma é pequena, está aqui a mais difícil empreitada da vida na terra!

Apático tempo das modernidades, onde tantos e tantos jovens aprendem a desistir antes mesmo de começar. Uma sociedade consumista, alicerçada em valores superficiais e imediatistas, ensinam as crianças a preocuparem-se em “parecer” antes de “ser”.

Cada vez mais pessoas apáticas e preguiçosas, sim, preguiçosas, mergulham seus sonhos na água turva do comodismo, quando não, no sofá da sala, em frente a uma televisão de LCD Plana de 42 Polegadas, e acabam por deixar a vida passar.

E a vida passa, leitores, se passa! Depois, essas mesmas pessoas são aquelas que culpam o governo, o chefe, a esposa, o marido, os filhos, pelo seu fracasso. Tolos, tolas, ambos covardes.

Não mergulhemos nossos sonhos na dúvida, na preguiça ou no comodismo. Antes, façamos nossos ideais emergirem da escuridão da incerteza para o alcance da concretização. Onde há uma vontade, há uma vitória! Não esqueçam, do céu, só chuva mesmo, na pior das hipóteses, avião!



Cassiane Schmidt

3 comentários:

Suziley disse...

Belíssimo texto, Cassiane. O Chico Xavier foi muito feliz ao proferir tal pensamento. Podemos e devemos realizar, modificar, agir para um "novo fim". Só depende de nós. É verdade, hoje, as "modernidades" difundem a preguiça, o comodismo, o consumismo, a alienação. Mas, felizmente, nem tudo está perdido. Pois lendo suas belas palavras, sua sábia mensagem, podemos acreditar que uma nova mudança é possível. Parabéns!! Adorei sua reflexão, sua partilha. Motivou-me a ser melhor sempre mais, no coração. Um grande beijo "guria", boa noite ;)

Chris... ჱܓ disse...

Pois é, nunca é tarde para tentar... para ir mais além...

Lindo teu post!


Passando para desejar uma linda semana e bom início de primavera.

Bjos mil...

Flor disse...

Que post lindo, flor!
Totalmente motivacional, parabéns!

Beijos ;*